Notícias »

Atualizado em 07-07-2018 às 17:56:44

MEDICINA NA UENP DE CORNÉLIO BENEFICIA TODO O NORTE PIONEIRO


MEDICINA NA UENP DE CORNÉLIO BENEFICIA TODO O NORTE PIONEIRO

Outras cidades poderão receber extensão de outros cursos

A governadora Cida Borghetti anunciou na manhã desta sexta-feira, dia seis, em Cornélio Procópio, a sequência das tratativas para a implantação do curso de medicina no município. Ela foi recebida pelo prefeito Amin Hannouche, durante solenidade na Praça Brasil que trouxe à cidade secretários de estado, deputados, prefeitos e outras autoridades da microrregião.

Cida previu que, em 40 ou 50 dias, o governo do estado, através da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, já terá concluído os estudos que viabilizam o funcionamento do curso , com vestibular para início de 2019 e início das aulas no segundo semestre desse ano.

“Estou muito atenta à parte jurídica dessa questão e não estaria aqui hoje se não tivesse a certeza absoluta de que é possível viabilizar o curso para esta região do Estado, abrindo quarenta novas vagas para acadêmicos desse curso”, desafiou a chefe do executivo estadual. Além dela, assinaram o documento, o prefeito Hannouche e a reitora da Uenp, Fátima Padoan.

A Organização Mundial da Saúde, segundo Cida Boreghetti, indica que, para cada mil habitantes, devem existir pelo menos quatro profissionais médicos. Atualmente na região, este índice está muito aquém dessa exigência, chegando apenas a 0.92, o que justifica a demanda para a instalação do curso.

O Curso de Medicina estará sob responsabilidade da UENP, no Campus Cornélio Procópio , recebendo todo apoio da Governadora Cida Borghetti, dos Deputados Federal Alex Canziani e Estadual Luiz Cláudio Romanelli.

Cida enfrenta “proibição” do Ministério da Educação e Cultura na criação de cursos de medicina em todo país, baseando-se no fato que o MEC diz não ter competência para interferir nas universidades estaduais.

A decisão da governadora só foi tomada após um detalhado estudo entre a instituição de ensino e o governo do estado para evitar uma interferência de Brasília.

Em resposta a questionamentos sobre a criação de novos cursos de medicina, o Ministério da Educação informou que o MEC não tem poder para impedir, apesar da portaria publicada em abril proibindo novas escolas. “Trata-se de uma instituições públicas estaduais, onde o Ministério da Educação não tem competência para atuar”, diz a nota.

mediueho
mediueho1

Na nota, o MEC também reforça a portaria que suspendeu a criação de novos cursos de Medicina. “Fica suspensa por cinco anos a publicação de editais de chamamento público para autorização de novos cursos de graduação em Medicina, nos termos do art. 3º da Lei nº 12.871, de 22 de outubro de 2013, e o protocolo de pedidos de aumento de vagas em cursos de graduação em Medicina ofertados por instituições de educação superior vinculadas ao sistema federal de ensino”, diz a portaria 328 do MEC, publicada no Diário Oficial da União em 6 de abril. O “sistema federal de ensino” compreende, por lei, as instituições federais de educação superior, as instituições de educação superior criadas e mantidas pela iniciativa privada e os órgãos federais de educação superior, o que excluiu as universidades estaduais.

A governadora anunciou também a liberação de recursos para a sequência das obras do Hospital Regional que está sendo construído na região oeste da cidade. “O ministro Ricardo Barros já autorizou a liberação de R$ 5 milhões para o término das obras para atendimento de pacientes da região e estágios dos universitários do novo curso”, explicou.

Além de autorizar estudos para a implantação do curso, através da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), ela também participou da inauguração do Mapa do Paraná, construído o interior na Praça Brasil. Obras semelhantes estão sendo construídas em diversas cidades do Estado.

O Curso de Medicina estará sob responsabilidade da UENP, no Campus Cornélio Procópio , recebendo todo apoio da Governadora Cida Borghetti, dos Deputados Federal Alex Canziani e Estadual Luiz Cláudio Romanelli.

Cida enfrenta “proibição” do Ministério da Educação e Cultura na criação de cursos de medicina em todo país, baseando-se no fato que o MEC diz não ter competência para interferir nas universidades estaduais.

A decisão da governadora só foi tomada após um detalhado estudo entre a instituição de ensino e o governo do estado para evitar uma interferência de Brasília.

Em resposta a questionamentos sobre a criação de novos cursos de medicina, o Ministério da Educação informou que o MEC não tem poder para impedir, apesar da portaria publicada em abril proibindo novas escolas. “Trata-se de uma instituições públicas estaduais, onde o Ministério da Educação não tem competência para atuar”, diz a nota.

mediueho
mediueho1

Na nota, o MEC também reforça a portaria que suspendeu a criação de novos cursos de Medicina. “Fica suspensa por cinco anos a publicação de editais de chamamento público para autorização de novos cursos de graduação em Medicina, nos termos do art. 3º da Lei nº 12.871, de 22 de outubro de 2013, e o protocolo de pedidos de aumento de vagas em cursos de graduação em Medicina ofertados por instituições de educação superior vinculadas ao sistema federal de ensino”, diz a portaria 328 do MEC, publicada no Diário Oficial da União em 6 de abril. O “sistema federal de ensino” compreende, por lei, as instituições federais de educação superior, as instituições de educação superior criadas e mantidas pela iniciativa privada e os órgãos federais de educação superior, o que excluiu as universidades estaduais.

A governadora anunciou também a liberação de recursos para a sequência das obras do Hospital Regional que está sendo construído na região oeste da cidade. “O ministro Ricardo Barros já autorizou a liberação de R$ 5 milhões para o término das obras para atendimento de pacientes da região e estágios dos universitários do novo curso”, explicou.

Além de autorizar estudos para a implantação do curso, através da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), ela também participou da inauguração do Mapa do Paraná, construído o interior na Praça Brasil. Obras semelhantes estão sendo construídas em diversas cidades do Estado.

 


comente esta matéria »

Notícias relacionadas »

Publicidades » Veja Mais[+]



  • Jr. Antena
  • Academia Mega
  • Funerária São Luiz
  • Di Nardelli
  • Muay Thai
  • Via Odonto - Clinica Dentária